terça-feira, 29 de setembro de 2009

Transex da Paraíba poderão mudar nome.



É incrível como tem se portado as autoridades de nossa nação a Justiça da Paraíba chega a reconhecer o direito dos transex, de mudar seu nome de nascimento, pelo nome "de guerra" dos transex , eles poderão apartir de agora, segundo a justificativa isso evitará constrangimento,


Em 11 de setembro, todos os funcionários da pasta serão de chamar pelo nome em que são conhecidos e não pela denominação que consta no registro de nascimento. A iniciativa é mais um passo para evitar o constrangimento público, devido ao nome masculino na carteira de identidade não ser condizente com suas características físicas. "Nosso corpo e mentalidade não estão em harmonia com o nome inscrito nas nossas documentações, então, causa desconforto a nós e torna um tom de crítica para a sociedade causando um mau estar para todos", explicou Fernanda Benvenutty, nome social de Elizário Benvindo da Silva, presidente da Associação dos Travestis da Paraíba (Astrapa).


Eu fico pasmo como a então esquerda moralista do Brasil, hoje dá um exemplo de imoralidade: lá vai os exemplos: mensalão, dólar na cueca, dossie na campanha em 2006, a blindagem para Renan Calheiros, Sarney... e agora estes aburdos!

Não tenho nada contra o público GLS, mas tenho que dizer a verdade que Deus me tem dito que fale, ele ama o pecador porém aborrece o pecado, esse tipo de lei só faz induzir ainda mais o ser humano que está em trevas afundar ainda mais.

Cristo pode salvar o homem do pecado, o homossexualismo é um pecado e como tal desagrada ao Senhor, mudar o nome não salvará o homem da condenação eterna, mudar a aparencia não tornará o ser humano desconhecido dos olhos daquele que fez os céus e a terra , mudar o nome representa para a secretaria boa coisa, no entanto para Deus o que conta é aceitar Jesus, converter dos maus caminhos e hjomossexualidade é um mau caminho que os homen precisam abandonar.

Deus criou o homem para a mulher, e a mulher para o homem. o sexo é autorizado pel o Senhor dentro dos laços do matrimonio, e matrimonio entre homem e mulher, não entre pessoas do mesmo sexo, mesmo que as autoridades humanas viessem a reconhecer, o matrimonio o direito a adoção, herança e ainda essa mordaça plc122/06, a Justiça Divina jamais o fará.

Saiba você, meu amigo (a): gay, lésbica, trasgênero , que Deus te ama e deseja que te retornes a ele através de Jesus Cristo.


Imagem: www.globalframe.com.br