quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Lindbergh Faria golpista é você

Vejam esta foto:
lindbergh-cara-pintada

Muito bem! No alto, vocês vêem o jovem Lindbergh Faria, então aos 23 anos, presidente da UNE, com a cara pintada, pedindo o impeachment de Collor. Era, então, militante do PC do B. Causava furor nas jovens militantes com o seu stalinismo babyface… Eu queria a queda de Collor e, à época, escrevi um artigo pedindo eleições diretas também na UNE. Fui malvisto, claro! Havia algo de “pseudo” naquele rapazinho. Mas poucos resistem a um rostinho bonito, bem-falante e “progressista”. Tornou-se o “enfant gâté” do impeachment e, dali, saltou para a política. Quem o viu operando como prefeito em Nova Iguaçu, já no PT, garante que ele não tem do que se envergonhar em ter hoje Fernando Collor como companheiro na base de apoio ao governo. Nunca Nova Iguaçu se pareceu tanto com as Alagoas do outro.
Nesta segunda Feira 10/02/2014 o Senador fala em minoria golpista aquela que apoia impeachment da presidente Dilma, lamentavelmente esse que hoje é senador pelo estado do Rio de Janeiro, foi as ruas protestando e pedindo o impeachment do então presidente Fernando Collor.
Quanta incoerência! então quer dizer que quando alguém vai às ruas exigir impeachment de uma presidente que é de seu partido é golpista?
É estranho que "não é ser golpista" pedir impeachment de um presidente que não é de seu partido.

Amigos o fato é o hoje senador divide com outros dois deputados a condição de parlamentar com maior número de investigações no Supremo são 13 são investigações preliminares do Ministério Público do Rio sobre sua atuação como prefeito de Nova Iguaçu.
É lamentável que o Senador ache ruim a possibilidade de impeachment da presidente Dilma o incomode tanto, até mesmo porque ele está no lucro pois o povo deveria seguir o exemplo dele mesmo, e ter ido às ruas e ter pedido o impeachment dele quando ele era prefeito de Nova Iguaçu-RJ.

O caso Collor é coisa de menino se comparado aos bilhões furtados da Petrobras, o caso Collor teve uma suposta irregularidade de um carro um Fiat Elba pra ser especifico.
Já o Senador que um dia saiu às ruas para pedir impeachment de Collor, tem processo por improbidade administrativa de um Showmício este show teria custado 180 000 reais aos cofres da prefeitura. A acusação é a de que os 67 000 reais que deveriam ter sido pagos à dupla pelo evento de campanha foram embutidos no custo. 

Acontece que o mesmo senador que hoje, aos 45 anos, repudia o impeachment de Dilma foi o mesmo, que aos 22 anos, saiu as ruas para exigir a saída de Fernando Collor de Melo. Ou seja, enquanto pedra Lindberg defendeu o impeachment, agora que é vidraça trata o assunto como golpista.

Senador Lindberg o senhor disse que parte dessa movimentação popular é golpista. E eu pergunto com todo respeito a vossa excelência senador Lindberg quando o senhor pintou a cara e foi um dos precursores pelo impeachment do Fernando Collor de Melo pelo motivo dele ter recebido uma Elba um carrinho eu lhe pergunto, vossa excelência naquela época, era um golpista ou era um manifestante em prol do país?


Lamento a conduta do senador que perdeu a grande oportunidade de permanecer calado e mostrar sabedoria, pois até o tolo quando se cala será considerado por sábio (Pv 17.28). e de é claro debater ideias e não se prestar a um soldado de "tropa de choque" ou advogado do diabo.

Nenhum comentário: